segunda-feira, 10 de maio de 2010

Porque não há dias iguais

Porque cada dia é um dia,
Porque cada sorriso é um sorriso,
Porque cada momento é um momento,
Porque cada lágrima é uma lágrima.
Porque o hoje acaba e o amanha volta.
Porque não quero, mas acabo por fazer.
Porque quero e não tenho.
Falta saber o porquê.

3 comentários:

Susi disse...

Que maravilha, adorei a primeira porposta.

Simplesmente Luísa disse...

lindo post...
beijos!

Mário Caldeira disse...

Grandes Fotos!!! ;)

Beijo